fbpx

Como a pandemia afetou a transformação digital das empresas

transformação digital

As mudanças de comportamento originadas pela pandemia criaram novos desafios para as empresas de vários segmentos e portes. Para se adaptarem à essa nova realidade, foi preciso buscar novas soluções para facilitar o trabalho remoto e manter a empresa funcionando.

Essa alternativa criou uma urgência: a das empresas se digitalizarem rapidamente, utilizando ferramentas até o momento não imaginadas por muitos. Por isso, a transformação digital passou a ser imprescindível para a sobrevivência neste momento.

Como o trabalho passou a ser remoto, a infraestrutura, os processos, a gestão, a forma de comunicação, as vendas e negociações, entre diversos outros aspectos, tiveram de ser reformulados. E é por isso que neste texto abordaremos como a transformação digital tem sido uma aliada diante desse novo cenário e como você pode se adaptar a essa nova realidade. Continue a leitura!

Como a pandemia acelerou a transformação digital das empresas?

A pandemia modificou as relações e as interações entre as pessoas — não sabemos se de forma temporária ou permanente. A forma de consumir entretenimento foi invadida pelas lives, os encontros de família e as reuniões passaram a ser por ferramentas online, o delivery de alimentos foi fortalecido pelos restaurantes e supermercados e as compras feitas cada vez mais pela internet.

Com as pessoas isoladas para contenção do vírus, a prestação de serviços, as vendas e também a comunicação passou a ser essencialmente digital.

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico — ABComm — indicou que o comércio online teve uma alta significativa desde o primeiro mês da quarentena. Os especialistas acreditam que essa migração para o digital foi, de uma só vez, acelerada em anos, e veio para ficar. Muitos que não eram adeptos de compras online, por exemplo, viram nesse momento a facilidade de adquirir produtos sem sair de casa. E dificilmente irão voltar da forma como era antes.

Adoção do home office

Em meio à essas transformações, a forma de trabalho também se transformou. O home office, que antes era visto como uma tendência nas grandes cidades, agora passa a ser uma forma segura e eficiente de manter os atendimentos ao público, permitindo que os negócios continuem, mesmo sem ser presencial. Um exemplo disso é que as reuniões e divisão de atividades passaram a ser realizadas virtualmente.

Outro exemplo é o atendimento realizado via WhatsApp, substituindo os atendimentos telefônicos e presenciais.

Muitos serviços foram modificados a fim de serem prestados digitalmente, utilizando softwares, armazenamento em nuvem e outras ferramentas relevantes para cada negócio. Sendo assim, as ferramentas utilizadas e os processos precisaram ser transformados para que possibilitem manter a produtividade mesmo remotamente. E ao automatizar processos por meio de softwares, ferramentas e plataformas, os recursos passam a ser melhor utilizados e a eficiência aumentada — permitindo que os colaboradores foquem o que realmente agrega valor ao negócio.

Uso de canais digitais de atendimento ao consumidor

Muitos ainda acreditam que a comunicação através dos canais digitais é restrita à grandes empresas ou para as mais modernas ou tecnológicas. Contudo, mesmo que uma empresa não tivesse uma sólida presença virtual — ou cuja fonte de rentabilidade principal fosse por meios físicos — essa nova realidade tornou essencial o processo de adaptação e digitalização.

Para se atender de forma efetiva, já se sabe que a empresa precisa estar em evidência através de propaganda e utilizar os canais digitais como forma de aproximar seu público, ouvir o que ele tem a dizer, responder as suas dúvidas e atender às solicitações. Impulsionar conteúdos, criar conteúdos relevantes são formas de alcançar mais pessoas.

Esses canais digitais não requerem elevado investimento como o exigido em comerciais televisivos ou inserções no rádio, afinal, pode-se ter uma conta no WhatsApp e fazer comunicações periódicas para os contatos, sem ter que investir muito. Caso a empresa tenha outras mídias digitais, pode utilizar o Facebook, Instagram e outras opções para interagir com o cliente ou com potenciais clientes, fazendo a marca ser mais conhecida, otimizando a captação de leads.

Vendas remotas

As vendas remotas demandam mais atenção e entendimento do que é desejado pelos clientes, para que desde a busca até a concretização do negócio, o cliente fique satisfeito e tenha uma experiência agradável.

Para conseguir vender online, muitas empresas precisam adaptar seu produto ou serviço, assim como suas estratégias de venda, seja investindo em um e-commerce, em um marketplace, realizando campanhas nas mídias sociais, no WhatsApp, ou em outros canais.

Afinal, com o isolamento social e o fechamento de várias lojas, as empresas devem oferecer opções online e entrega em domicílio, em consequência, criar estratégias online passou a ser essencial para a manutenção dos negócios.

Como o setor de venda de móveis corporativos pode se adaptar a essas mudanças?

A pandemia fez com que empresas e gestores busquem elaborar, de forma acelerada, um cronograma de inovação.

Para isso, em primeiro lugar é essencial analisar as possibilidades e como é possível se adaptar às condições atuais — ou seja, o que é necessário para a manutenção do negócio.

Para o setor de venda de móveis corporativos por exemplo, o fechamento das lojas causou grande impacto nas vendas. Porém, diante da migração das pessoas para o home office (que nem sempre possuía estrutura adequada), a busca por mobiliário ergonômico tornou-se uma oportunidade – a maioria das pessoas buscou transformar o home office em um espaço mais confortável, por meio de substituição e adequação do mobiliário.

Tendo essa oportunidade em mente, destacamos algumas dicas importantes. Veja!

Aumentar a presença online

Para que as pessoas encontrem os produtos que você oferece, elas precisam saber de sua existência, por isso é importante estar presente online e oferecer seus produtos de forma clara, destacando seus diferenciais. Com as pessoas mais ociosas, grande parte delas tem passado mais tempo nas redes sociais. Aproveite a oportunidade: poste conteúdos com frequência, realize sorteios e promoções que farão com que sua página e produto se tornem conhecidos e, se tiver a possibilidade, invista em divulgação para alcançar seu público-alvo.

Oferecer novos canais de vendas

Analise quais canais de venda são relevantes para seu público e eficientes para seu negócio ou produto.

Você não precisa estar presente em todas as mídias sociais, marketplaces, etc. Esteja presente nos quais você consegue gerenciar – é melhor manter uma boa estratégia em uma rede social, por exemplo, do que estar em todas e nao ter regularidade nas postagens e nem conseguir responder ao seu público ou atender as vendas. Lembre-se que em alguns casos, menos é mais.

Por exemplo, você pode marcar presença online por meio de conteúdos sobre móveis e decoração e pessoas interessadas nesse assunto podem adquirir seus produtos nas lojas online do Facebook e Instagram, ou entrar em seu site. Caso você não tenha um e-commerce, existem sites chamados marketplaces, que você utiliza o know how e a ferramenta de uma grande empresa, e paga somente uma taxa fixa por produto vendido.

Utilizar métodos alternativos de comunicação com o cliente

Conforme mencionamos, essa não é uma estratégia difícil, porém é muito eficaz. Se você ainda não utiliza o WhatsApp e até mesmo as mídias sociais para se comunicar com seus clientes, passe a adotá-las no dia a dia de sua empresa ou trabalho.

É importante destacar que as pessoas se sentem mais seguras e têm maior probabilidade de fechar um negócio quando são atendidas rapidamente e especialmente, com rapidez e qualidade. Portanto, verifique como é possível utilizar a tecnologia a seu favor a fim de melhorar seu atendimento.

Todos esses aspectos e mudanças evidenciam o que essa pandemia só reforçou: que a transformação digital veio para ficar, sendo tanto o presente, como o futuro das empresas e organizações.

Portanto, aproveite a visita ao blog e leia mais sobre o assunto no post “Conheça os benefícios da indústria 4.0 no setor de móveis” e entenda como o setor pode se adaptar a essa realidade de transformação digital.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *