fbpx

Saiba qual a espuma ideal para cadeiras de trabalho

espuma para cadeira

Funcionalidade e conforto são os principais aspectos considerados na busca pela cadeira ideal para trabalhar. Mais do que um simples móvel, a cadeira deve ser uma ferramenta capaz de potencializar o seu desempenho profissional.

Por isso, antes de escolher uma cadeira de trabalho, atente à espuma, afinal esse é um item que faz toda a diferença quando o assunto é conforto. Continue a leitura e saiba mais sobre espuma para cadeira!

Por que é tão importante analisar a espuma para cadeira de trabalho?

Em qualquer peça de mobiliário corporativo, a ergonomia deve guiar a escolha. Afinal, ela é determinante para que os ambientes empresariais estejam em conformidade com:

  • as principais normatizações nacionais sobre saúde ocupacional;
  • as principais padronizações internacionais que conferem selos de qualidade importantes para a diferenciação no mercado, como a ISO.

Por que ela é tão valorizada?

A ergonomia melhora a qualidade de vida, o conforto, e também proporciona bem-estar. Ambos são fundamentais para alavancar a produtividade e o engajamento no trabalho. Sendo assim, ao escolher uma cadeira para seu escritório, é importante verificar entre outros itens, se a espuma do mobiliário oferece suporte às suas necessidades diárias.

Disponíveis em variados tipos e qualidades, as espumas podem ser mais duras ou mais macias, densas ou espessas, que varia de acordo com o uso.

Nesse sentido, para trabalhos de escritório em jornada regular, a Norma Regulamentadora 17 (conhecida como NR 17) recomenda que as bases estofadas tenham uma densidade entre 40 a 50 kg/m3.

É preciso ter bastante atenção na hora de escolher uma cadeira, pois muitos modelos disponíveis no mercado não se adequam a essa recomendação. Elas utilizam densidades de entre 18 e 33 quilogramas por metro cúbico.

Além disso, entenda que essa configuração foi pensada para jornadas regulares. Em ocupações em que a pessoa passa um maior tempo sentada, como plantões de 12 horas, opções mais densas podem ser mais indicadas.

Outro ponto de atenção importante é compreender que essas recomendações são feitas tendo em vista um biotipo padrão com base em uma média populacional. No caso da massa corporal, os testes ergonômicos são feitos com uma carga de 90 quilogramas. Então, uma densidade maior pode ser necessária para pessoas com peso superior a esse limite ( lembrando que as normas para cadeiras de escritório consideram a carga máxima suportada de até 110 kg).

Qual a importância de uma espuma para cadeira ergonômica?

A ergonomia não é apenas uma questão de se adequar aos acordos coletivos de cada categoria ou às normas de regulamentação do trabalho. Ela traz muitos outros benefícios para as empresas.

Durante suas vendas, você deve ser capaz de mostrar aos clientes a importância de eles utilizarem peças desenvolvidas de acordo com essa regulamentação.

Conforto

Quando pensamos em conforto, devemos analisá-lo sob duas perspectivas:

Positiva

São os estímulos que provocam emoções positivas no usuário. Uma cadeira, portanto, é capaz de promover uma série de sensações agradáveis, como conforto, aconchego e bem-estar.

Negativa

São os estímulos negativos, como dor e incômodo, que um mobiliário é capaz de evitar. Nesse sentido, um estofado adequado para o biotipo previne a pressão que as estruturas ósseas podem provocar no tecido muscular, a qual gera sensações desagradáveis.

Portanto, a espuma representa uma escolha estratégica para a promoção do conforto dos colaboradores.

Hoje em dia, trabalhamos com um conceito de ergonomia mais amplo, que analisa a influência da falta de conforto sobre as funções cerebrais importantes para a execução das tarefas laborais.

A ergonomia cognitiva estuda as relações diretas e indiretas do ambiente de trabalho sobre funções executivas, como:

  • foco;
  • atenção;
  • memória;
  • linguagem;
  • tomada de decisão imediata;
  • inteligência.

Em outras palavras, além de impedir lesões, uma espuma adequada ajuda a preservar a saúde do colaborador, impedindo que o trabalhador cometa erros durante as tarefas e as execute com a máxima agilidade.

Motivação

Quando há um investimento em material de alta qualidade e conforto para os colaboradores, eles se sentem valorizados. Com esses estímulos positivos, ficam mais motivados e tendem a “vestir a camisa” e fazer o melhor para o negócio.

Produtividade

A produtividade é um dos indicadores de sucesso das estratégias de um negócio, pois traduz a capacidade de produzir mais e melhor em um menor espaço de tempo. Por esse motivo, é proporcional aos níveis de:

  • satisfação — quanto mais felizes no trabalho, maior será o esforço para se manter na posição ou conquistar patamares mais elevados dentro de uma empresa;
  • ergonomia cognitiva — as funções executivas estão mais preservadas para a execução ágil e precisa das tarefas.

Como escolher a espuma para cadeira ideal para o seu catálogo?

Escolher a espuma ideal para o seu catálogo de cadeiras demanda a atenção para alguns pontos principais. Veja.

Conheça os diferentes tipos de espuma

Em relação aos métodos de manufatura de espumas, há dois principais.

Também conhecida como espuma expandida por conta do seu processo de fabricação, a espuma laminada expande-se após a mistura da matéria-prima, produzindo um grande bloco que posteriormente será fatiado, extraindo lâminas, que serão utilizadas como estofado.

Já as espumas injetadas apresentam uma qualidade superior em muitos casos, pois elas são moldadas especificamente para um determinado modelo de cadeira. O fabricante injeta o material — usualmente, o poliuretano — em um molde personalizado, podendo controlar também a densidade da espuma.

Como são feitas sob medida, as espumas injetadas apresentam as seguintes vantagens:

  • maior durabilidade e resistência;
  • maior conforto durante o uso;
  • redução do desperdício.

Observe a resistência

As espumas devem ser capazes de suportar grandes estresses mecânicos causados pela compressão do peso do usuário. Nesse sentido, o material mais interessante é o poliuretano, pois ele é capaz de suportar diferentes cargas e tipos de estresse pontuais e de cisalhamento em comparação a outros tipos de espuma.

Considere o peso

Além disso, quando um cliente chegar à sua loja para que você avalie um pedido, não deixe de perguntar qual o padrão de uso. Não é preciso que ele saiba de uma a uma, mas explique a importância de ele levar cadeiras com espumas de maior densidade caso o uso seja intenso ou o mobiliário seja utilizado por pessoas com maior peso corporal.

Pense também nos revestimentos

Para o sucesso de uma estratégia de estofamento, não basta avaliar a espuma isoladamente, pois ela será coberta por um revestimento. Essa operação garante a proteção do material, além de conferir o acabamento estético.

Existem no mercado inúmeras opções de revestimento recomendados tanto para o ambiente corporativo quanto residencial. Podem ser os tradicionais nobuck, corino, linho, entre outros, ou também tecnológicos com tratamento para repelir a água ou antichamas.

Como manter a cadeira por mais tempo?

As espumas têm células permeáveis ao ar e, por isso, são muito suscetíveis a grandes variações de temperatura e umidade. É importante que a atmosfera do ambiente de trabalho esteja próxima dos 25 graus celsius (com variação de mais ou menos 5 graus) para preservação das características físico-mecânicas das espumas.

Manter longe da umidade excessiva, do fogo e fagulhas também é um cuidado importante.

As espumas para cadeiras Frisokar são consagradas no mercado por sua qualidade, variedade de opções e preço competitivo. Feitas em um processo robotizado e com uso de energia elétrica incentivada, são produzidas livres de emissão do gás hCFC em sua composição. O processo de produção das espumas Frisokar foi premiado pelo PNUD (Nações Unidas pelo Desenvolvimento).

Quer saber mais sobre os nossos produtos? Então, conheça agora mesmo os kits de espumas Frisokar!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *