fbpx
poliuretano e polipropileno poliuretano e polipropileno

Poliuretano e polipropileno: quais são as diferenças e vantagens desse material?

12 minutos para ler

Poliuretano e polipropileno são dois polímeros modernos desenvolvidos a partir de intensas pesquisas realizadas com o objetivo de elaborar um material plástico ideal para as mais diversas áreas de produção industrial. Devido à sua segurança, atoxicidade e resistência, tornaram-se muito populares, sendo hoje utilizados em utensílios domésticos, roupas, indústria automotiva, entre outros.

Quer saber mais sobre eles e por que você não precisa ter receio em escolher móveis feitos com esses polímeros? Então, continue lendo este artigo!

O que são e quais são as suas classificações?

Também chamados de polímeros por pertencerem a um grupo de materiais que estão presentes no cotidiano das empresas e dos consumidores, estes materiais compõe desde a embalagem de alimentos ou de produtos de limpeza, até os componentes de veículos, garantindo sua notoriedade nas indústrias de diversos segmentos, por conta de sua grande aplicabilidade.

Podem ser desenvolvidos com diferentes características, conforme as necessidades dos clientes. São amplamente utilizados nos setores industriais, nos seguintes nichos:

  • médico-hospitalar;
  • construção civil;
  • indústria de alimentos;
  • indústria automobilística;
  • indústria têxtil;
  • eletroeletrônicos.

São classificados conforme sua estrutura molecular e o tipo de reação durante a sua formação, podendo assim, serem divididos em naturais e sintéticos.

Os polímeros naturais são estruturas com maior complexidade, sendo encontrados na natureza, como por exemplo, os carboidratos e as proteínas. Já os polímeros sintéticos são artificiais e derivados do petróleo, como o acrílico e o PVC.

A classificação mais utilizada baseia-se nas características entre tensão versus deformação. O comportamento mecânico dos plásticos mostra que podem ser moldados pelo calor e a pressão agindo diretamente, tendo uma tensão de deformação no nível intermediário.

Podendo ser ainda subdivididos em duas categorias:

  • termofixos que são insolúveis e infusíveis, formando estruturas rígidas e duráveis;
  • termoplásticos com fusão por aquecimento, podendo ser moldados várias vezes e recicláveis.

O que é poliuretano?O poliuretano (PU) é um dos polímeros plásticos mais utilizados no nosso dia a dia. Está presente em móveis, revestimentos acústicos, isolantes térmicos, calçados, etc. Isso se deve especialmente às suas propriedades flexíveis e moldáveis, que fazem dele a principal matéria-prima para espumas do mercado.

Como o PU é produzido com insumos fáceis de encontrar e equipamentos relativamente simples, seus principais fornecedores o oferecem em diversos formatos, como:

  • chapas;
  • tarugos;
  • buchas;
  • coxins;
  • acoplamentos;
  • placas.

Essa variedade permite que o poliuretano seja usado em diversos processos industriais de fabricação de componentes, encostos, braços e assentos de cadeiras.

Tem como principal vantagem ser um material de custo baixo, possibilitando que as fábricas produzam itens que tenham leveza para a fazer a composição dos ambientes.

Uma propriedade física considerável é o desempenho ideal para a resistência à tração, à compressão, ao impacto, à abrasão e ao rasgo.

Qual é a função do Poliuretano?

Por ter a característica da resistência à abrasão e à tração, possui elasticidade, tornando-se ideal na produção de peças com alta durabilidade.

É utilizado no isolamento em mobiliários, vestuários e embalagens, na fabricação de espumas rígidas, para adesivos e resinas para revestimento.

Quais são as vantagens e desvantagens do Poliuretano?

Vantagens

O baixo custo é uma das principais vantagens desse material — nem tudo que é de alta qualidade precisa ser caro, não é mesmo? Esse é um dos fatores que possibilita a produção de cadeiras que variam entre simples conchas até elaboradas poltronas executivas com um preço muito mais atrativo do que materiais como madeira, por exemplo.

Outro ponto a favor do PU é a sua leveza, essencial para as peças de mobiliários como as cadeiras que são movidas constantemente de um lado para o outro e por essa razão não devem ser pesadas. Também deve ser destacada a sua enorme flexibilidade que possibilita grande versatilidade de uso, uma vez que o poliuretano pode ser moldado nas mais diversas formas, possibilitando a criação de cadeiras com designs mais variados e inovadores, para deixar o seu ambiente mais atraente para os clientes.

Também contribui para seu amplo uso o fato de, ao contrário dos outros tipos de espuma, o PU ser altamente resistente a impactos, riscos e atritos o que permite que possa ser utilizado em locais de alto trânsito de cargas e em objetos sujeitos a pesos elevados.

Desvantagens

Como qualquer outro produto o PU tem desvantagem e a principal do poliuretano tradicional é sua alta inflamabilidade quando não tratado corretamente. Ainda assim, com o acréscimo de determinados aditivos, é possível aumentar o ponto de combustão (temperatura em que ele começa a queimar) para mais de 800ºC, temperatura que só é atingida quando os incêndios já estão muito intensos.

Mesmo que caiam faíscas ou alguma chama diretamente na espuma, ela não pegará fogo nem eliminará qualquer fumaça tóxica. Em outras palavras, o poliuretano utilizado nas cadeiras de alta qualidade é extremamente seguro.

O que é polipropileno?

polipropileno (PP) é um dos mais modernos plásticos que temos hoje em dia. Uma excelente opção para a aplicação nos mais diversos objetivos, pois apresenta diversas propriedades que facilitam a sua manipulação. Por exemplo: ele é facilmente moldável a temperatura de 90ºC a 115ºC e pode ser trabalhado a partir de vários métodos industriais, como:

  • termoformagem — processo no qual o produto aquecido é colocado em uma forma e prensado e depois de pronto o material que pode ser utilizado em extremos de temperatura, como dentro de freezers e micro-ondas;
  • extrusão — o plástico passa por um equipamento de alta pressão e sai sob pressão atmosférica em um pequeno orifício, sendo possível formar filmes;
  • injeção — o polipropileno é aquecido até ficar com um estado físico mais fluido. E depois disso é injetado em formas.

A partir de todos esses processos, é possível obter as mais diferentes peças e é por essa razão que o PP tem sido amplamente veiculado entre designers de produtos para elaborar mobiliários incríveis.

Quais são as características do Polipropileno?

É um material que possibilita combinações de características, as quais possuem boa resistência química, não sendo afetado pela maioria dos agentes químicos orgânicos, apesar de sofrer alterações com outras substâncias em altas temperaturas.

Além disso, possui muitas outras características a serem consideradas:

  • absorve pouca umidade;
  • baixa permeabilidade ao vapor de água;
  • resistente ao atrito;
  • atóxico.

Quais são as vantagens e desvantagens do Polipropileno?

Existem algumas vantagens e desvantagens, as quais o cliente deve estar ciente no momento pela opção do material mais adequado para a sua necessidade.

Vantagens

A facilidade de montagem é muito útil para as fabricantes de móveis, é possível acelerar o processo de produção sem comprometer a qualidade. O polipropileno também é resistente o suficiente para ser furado e pregado em outras estruturas. Com uma superfície passível de uso dos mais diferentes tipos de cola, ele ainda poder ser moldado em diferentes formas para que se encaixe a outras peças.

Para o cliente, a grande vantagem é contar com uma mesa ou cadeira muito durável e segura.

Outra vantagem é a sua baixíssima absorção de umidade — isso facilita muito a hora de limpá-las, visto que poderá ser usada água em abundância sem receio de estragar o material.

Outro aspecto importante que se destaca na hora de optar pelo polipropileno é o preço. Ele é muito mais barato que outros materiais tradicionais, como o metal e a madeira. Além disso, ao contrário desses dois exemplos, ele não é fabricado a partir de matérias-primas cuja extração agride o meio ambiente.

Vale dizer, por fim, que esse plástico tem baixa condutividade elétrica, tornando-o mais seguro para o usuário.

Desvantagens

polipropileno não é um material biodegradável. Então, se for descartado diretamente no meio ambiente, ele pode demorar mais de 100 anos para se decompor e por isso há um receio em utilizá-lo atualmente. No entanto, do ponto de vista da sustentabilidade, esse não deveria ser um fator tão preponderante.

Afinal, como explicamos, seu processo de extração e beneficiamento é muito mais limpo do que o de outros materiais, além disso, o polipropileno é 100% reciclável. Portanto, se você der o destino correto ao lixo, ele será utilizado em outros processos de fabricação de produtos sem agredir o meio ambiente.

Formas de processar o material de Polipropileno

Sendo um plástico 100% reciclável e moldável poderá ser inserido junto a outras substâncias. Pode ser processado de diversas formas:

Extrusão

Neste processo o material é moldado em uma máquina, com entrada em formato de funil e que executa um giro em espiral, para a fabricação de embalagens diversas e na fabricação de chapas.

Sopro

Após o material ter passado primeiramente pelo acima citado, ele será condicionado em um molde hermético tomando a forma do molde em específico a que está sendo submetido. A produção desses itens é muita usada em embalagens para xampus, garrafas e outros produtos de uso no lar.

Injeção

Neste outro processo o material é produzido com grande precisão, onde a moldagem possui um maior custo, possibilitando a produção em escala com maior quantidade de peças de mobiliário.

Termoformagem

Também chamado de Vacumm Forming, submete a placa plana do material aos moldes macho ou fêmea das peças que serão produzidas, para que seja obtida a forma estipulada, sendo muito utilizado, além da fabricação de componentes para mobiliário, para embalagens rígidas e descartáveis, as quais acondicionam produtos como sorvetes ou margarinas.

Por que utilizar poliuretano e polipropileno?

Bem, ambos apresentam vantagens consideráveis. Talvez, a principal delas que ambos os materiais são recicláveis e podem ser reaproveitados dentro da cadeia produtiva. Isso reduz o impacto ambiental.

Outro ponto de destaque é a versatilidade. Diversos componentes das cadeiras podem ser fabricados a partir do PP e do PU, como bases, rodízios, o encosto, os braços etc., em diversas cores, de acordo com o projeto do cliente.

Finalmente, não podemos deixar de ressaltar as elevadas características de durabilidade e resistência desses materiais durante o uso cotidiano em ambiente corporativo. As cadeiras com peças em poliuretano e polipropileno podem ser utilizadas por horas seguidas em escritórios, diariamente, sem quebrar. Para isso, basta seguir todas as indicações do fabricante em relação ao uso.

Como realizar o descarte do plástico?

Em ambos os casos, tanto para os produtos fabricados em poliuretano ou polipropileno, o descarte tem atenção diferenciada no programa Destino Certo do FK Grupo, que faz o descarte do material no final da vida útil de forma sustentável, para que não cause danos ao meio ambiente e às pessoas.

Como podemos reaproveitar o plástico?

Da mesma forma que o plástico é necessário em nosso cotidiano, é preciso que se compreenda que a reutilização desse material. Separamos algumas dicas para o seu aproveitamento.

Porta lápis

Podem ser produzidos dos galões de plástico de amaciantes de roupas ou de água sanitária, depois de bem lavados, podendo fazer um recorte em uma de suas partes laterais.

Porta revistas

As garrafas PET podem ser transformar neste novo tipo de produto reutilizável. Após a lavagem, pode ser feito um recorte na parte superior da garrafa que será um lindo porta revistas customizado.

Porta treco

Os potes de sorvete podem se transformar neste tipo de material e até mesmo em uma frasqueira para guardar seus itens preferidos, customizando da melhor forma possível e de acordo o gosto do usuário.

Vasos de plantas

Utilizando a garrafa PET terá lindos vasos para as plantas, pois basta recortar a garrafa na altura da raiz da planta e no formato que preferir, utilizando tinta de plástico para a decoração que achar melhor.

Vimos neste artigo que o plástico é um artigo muito útil no cotidiano da vida de todos, pois muitos produtos que são utilizados por nós são fabricados de poliuretano e polipropileno. Muitas indústrias de diversos segmentos produzem algum tipo de material que são utilizados para o nosso uso particular e melhor bem-estar.

Porém, vale ressaltar que devemos ter muito cuidado com a reutilização e a reciclagem desse material para que não impacte o meio ambiente e possamos ter menores custos com a transformação em outros produtos que terão uma boa utilização.

Agora que conhece todas essas vantagens, fica fácil entender porque poliuretano e polipropileno são tão populares na indústria de mobiliário de qualidade para os ambientes corporativos, certo? Desse modo, você terá as melhores peças pelo melhor custo-benefício possível.

Gostou da leitura? Se ficou interessado, não deixe de acessar o nosso novo site e confira tudo sobre os nossos serviços e a nossa linha de mobiliário para empresas!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.