fbpx
escritório open space escritório open space

Escritório open space: quais as vantagens de apostar nesse conceito?

6 minutos para ler

Com o objetivo de contar com um espaços mais moderno e mais integrados, diversas organizações têm investido no conceito que recebeu o nome de “escritório open space“. Em termos simples, a principal ideia por trás do modelo é valorizar a atuação colaborativa entre as pessoas e estimular um ambiente de trabalho com uma atmosfera mais informal, elevando a produtividade dos times e reduzindo a hierarquização.

Na prática, esse “espaço aberto” — em tradução para o português — “abraça” a ideia de formar escritórios com áreas sem paredes internas ou divisórias extensas, gerando a sensação de um ambiente de trabalho mais igualitário, o que já é uma tendência.

Com cada vez mais frequência, essa proposta tem sido adotada pelas corporações, que até mesmo vêm observando, no dia a dia, uma melhora significativa no local e, consequentemente, nos níveis de produtividade.

Por essa razão, passa a ser fundamental que você, revendedor do ramo mobiliário, conheça não apenas os benefícios do formato do escritório open space, mas também o que é preciso para montá-lo, especialmente quanto aos móveis mais indicados, a fim de melhor orientar os seus clientes no momento da compra. Para tanto, continue a leitura e aprofunde-se no assunto!

Quais são as principais vantagens que as empresas que adotam o escritório open space podem observar?

O compartilhamento de informações e a colaboração, tornaram-se conceitos-chave quando o assunto envolve a inovação implementada nos ambientes corporativos. Afinal, cada vez mais é possível notar que, para a grande maioria dos segmentos — para não dizer que é aplicável a todos —, o segredo do alcance do sucesso está na troca de experiências, no trabalho colaborativo e, é claro, na consideração das mais diversas ideias.

Contudo, o formato open space ainda traz outras vantagens para as corporações que o adotam. Confira quais são a seguir!

Elevação do senso de união e da produtividade

A partir do momento que passa a haver menos barreiras físicas, toda a equipe tem a chance de se concentrar em um único espaço, de modo que são diminuídas as diferenças entre os setores. Isso promove mais liberdade para o compartilhamento de novas ideias e oportuniza que os gestores analisem com mais profundidade o modus operandi da companhia.

Logo, eles passam a ter uma percepção maior a respeito de questões que, anteriormente, não eram notadas com tamanha facilidade. Além disso, o espírito de coletividade é priorizado. Assim, todos os profissionais têm voz e podem tomar ações mais céleres e eficientes, o que acaba por promover o desenvolvimento conjunto e desestimular uma competição que não é saudável.

Aumento da economia

Mais um ponto positivo para as organizações, sem dúvidas, é a economia, já que o formato open space afeta a área física destinada à execução das atividades de cada trabalhador. Nesse sentido, havendo menos divisórias, o ambiente passa a ser não apenas mais livre, mas também compartilhado.

Isso gera uma espécie de “unificação” dos departamentos em um mesmo espaço, ocasionando, consequentemente, uma redução de custos com climatização e iluminação, por exemplo. Ademais, o mesmo vale para a diminuição de despesas no que se refere à aquisição de equipamentos — por exemplo, as impressoras — já que eles podem a ser compartilhadas.

Mais praticidade

Mais um ponto que merece destaque em se tratando de um escritório open space é a praticidade. Em um ambiente em que há menos formalidade, as interações entre os profissionais passam a ser simplificadas e até mais fluidas, o que, mais uma vez, favorece a troca de ideias. Já para os líderes, esse mesmo aspecto se revela por meio da viabilidade de uma visão mais ampla da corporação, o que oportuniza uma tomada de decisões mais acertadas. 

O que é necessário para que as companhias adotem o formato open space?

A ideia de um escritório open space perpassa por uma necessidade de reformulação do local de trabalho, o que, é claro, gera impactos no espaço físico que é voltado para o desenvolvimento das atividades da empresa.

O interessante nesse formato é justamente investir em plataformas que permitam a otimização da área e que facilitem as interações e a resolução de eventuais entraves referentes às atividades executadas.

Nesse sentido, uma boa pedida para as corporações é apostar na aquisição de mobiliários colaborativos, mas que, é claro, ainda preservem um grau mínimo de privacidade, por exemplo, para o debate de questões relativas à alta cúpula ou que não necessariamente devem ser compartilhada por todos os níveis da empresa.

O mesmo é válido para reduzir os níveis de ruídos provenientes da execução das atribuições de outros colaboradores e que possam acabar por representar um obstáculo para a fluidez dos diálogos.

Então, no seu ponto de revenda, é altamente recomendável contar com determinadas opções, como sofás privativos com laterais fechadas — apropriados para reuniões mais breves ou conversas que demandam maior concentração — ou a mesma versão, mas com uma lateral aberta. Isso facilitará a saída e a entrada de colaboradores que farão parte da discussão, mas ainda viabilizando uma fluência maior, sem grandes interferências.

Nesse sentido, é importante que você esteja inteirado das melhores alternativas para esse formato. Assim, será possível orientar os seus clientes nas escolhas a serem feitas com maior propriedade.

Como visto, a adoção do escritório open space vem se tornando uma tendência, já que traz grandes benefícios para as corporações. Contudo, ainda que a ideia seja promover uma integração maior entre os profissionais, é fundamental que ainda seja viável haver espaços em que se possa ter mais privacidade e, nesse sentido, os mobiliários corporativos com e sem laterais fechadas são exemplos excelentes de móveis que devem fazer parte do seu portfólio.

Para tanto, claro, é essencial contar com um bom fornecedor para a sua unidade de revenda. Então, que tal seguir as nossas redes sociais e acompanhar um pouco mais das nossas soluções em mobiliário e componentes corporativos? Estamos no Instagram e no Facebook.

( Case Veolia por Pitá Arquitetura. Revendedor Innovare Work. Fotos por Bicubico)

Posts relacionados

Deixe um comentário